VERBETES


A | B | C | D | E | F | G | H | I | K | L | M | N | O | P | R | S | T | U | V

Largura de banda (bandwidth)


A capacidade de transporte de uma rede raramente é suficiente.

O termo bandwidth (largura de banda) é usado com o significado de tamanho da fatia do espectro de rádio disponível para uma transmissão. Atualmente ele é empregado principalmente para descrever a velocida­de com que a informação, medida em bits de dados por segundo, pode se deslocar entre diversos compu­tadores. Sendo assim, a largura de banda determina a capacidade de uma rede de fornecer bens e serviços de informação. 

Os cabos de fibra ótica -hoje instalados tão rapidamen­te quanto as máquinas conseguem cavar valas- e a che­gada tardia da cavalaria pesada representada pela tele­visão a cabo estão mudando tudo. 

A surpreendente economia proporcionada pelas fibras óticas fez reviver -dessa vez sem tanto alarde- uma versão do antigo slogan da indústria de energia nuclear: algum dia a largura de banda poderia vir a ser “barata demais para medir”. Mas, particularmente para as re­sidências, apesar das conversas a respeito de soluções sem fio, ainda falta percorrer a “última milha” do pro­blema representado pela expansão dos cabos de fibra ótica a consumidores individuais.

Lei de Moore


A força indomável da alta tecnologia.

A lei de Moore, como passou a ser chamada, governa o ciclo dos produtos mais importantes do Vale do Silício, na Califórnia, tan­to no hardware como no software. Sua força implacável fez nascer setores totalmente novos, tais como calcu­ladoras embutidas em relógios digitais, videogames, a Internet, além dos telefones inteligentes, TV digital e sabe-se lá o que mais está por vir.

LEI DE PARETO


A lei de Pareto, criada no final do século XIX pelo economista italiano Vilfredo Pareto, defendia que 80% das terras de Itália estavam na posse de 20% de pessoas. O mundo empresarial adoptou rapidamente este princípio, advogando que 80% dos lucros de uma empresa são derivados de 20% dos seus produtos. Ou que 80% dos resultados provém de 20% das pessoas mais competentes. É, por este motivo, que a lei de Pareto é também apelidada de regra 80/20.

BIBLIOGRAFIA
The 80/20 Principie, Richard Koch (Random House, 1998).

Lei do preço único (lawofone price)


Nada de dinheiro fácil.

A lei do preço único diz que nos mercados eficientes as diferenças de preço relati­vas ao mesmo item tendem a cair para zero. Pensando bem, nos mercados de hoje, muito mais bem informa­dos, esses spreads -ou assimetrias, como preferem os economistas- estão desaparecendo.

Isso é ruim para os profissionais de transações de arbitragem, cuja função, que é agir como intermediá­rios a fim de promover a movimentação dos merca­dos, está sendo desempenhada cada vez mais por máquinas. 

Leitura declarada


Método de pesquisa de mídia que consiste em classificar o respondente como leitor regular, leitor irregular ou não-leitor, através de respostas e perguntas desacompanhadas de qualquer controle especial e formuladas geralmente em termos vagos: que revistas são lidas, com que freqüência são lidas etc.

Lock-in


O custo elevado da mudança de tecnologia.

Hardware e software são os menores investimentos em tecnologia da informação feitos pelas empresas. Os investimentos realmente importantes são os da­dos, o tempo e o esforço gastos em aprender a usar os novos sistemas. A ideia de proteger esses investi­mentos explica por que muitas companhias conti­nuam a usar sistemas de informática obsoletos e inefi­cientes. O custo da conversão para novas tecnologias e do novo treinamento dos funcionários pesa mais que os benefícios, pelo menos aparentemente. Esse custo extra, multiplicado por milhares de companhias e milhões de usuários, é denominado lock-in.

A tecnologia da informação é es­pecialmente vulnerável porque geralmente envolve sistemas integrados, em que é difícil mudar somente algumas coisas. As grandes empresas de hardware e software em geral gostam do lock-in por ele manter os concorrentes à dis­tância.