Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

QUEM TE VIU...


22/01/2004
QUEM TE VIU...
       Parece que o dia de São Nunca chegou e não é a propaganda. Ficção ou realidade, o fato é que o dólar - barbada das aplicações, está descendo ladeira abaixo. De rei da Pérsia a ladrão de Bagdá, a moeda que reinou soberana em todo mundo, está desvalorizada frente ao Euro e é esnobada até pelos garçons brasileiros, que preferem a moeda européia.  No Brasil, não cai mais porque o governo segura como pode.
      Por outro lado, é hora do mundo todo se recuperar, graças ao "déficits gêmeos" que chegam a US$500 bilhões e à baixa taxa de juros. As contas públicas americanas estão no vermelho em US$ 200 bilhões.
Para o Brasil, com seus preços cotados em dólar, as perspectivas são excelentes, pois o produto chega mais barato na Europa e com isto, levamos uma certa vantagem. É hora de tirar o atraso, exportar ao máximo e aproveitar os investimentos estrangeiros.