Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

PENDURANDO A COMIDA


25/02/2005
 O uso do cartão de crédito no Brasil cresce, mas apesar da alta, o desempenho do "dinheiro de plástico" no setor de alimentos é ainda pífio. Ele representa apenas 0,9% do total consumido por meio de pagamento a crédito, segundo a POF - Pesquisa de Orçamento Familiar do IBGE.
 Ainda com a pesquisa, cerca de 87,8% dos alimentos são pagos à vista pelas famílias brasileiras. As chamadas compras não-monetárias - não são realizadas com dinheiro em espécie - representam 11,3% do consumo de alimentos no País.
 Segundo especialistas, como o setor de alimentos depende da recuperação da renda dos trabalhadores, ele é um dos últimos a sentir a melhora do mercado, quando ela acontece.  
 Por outro lado, as grandes redes de varejo alimentício estão comemorando o crescimento das vendas por meio do cartão de crédito.
 Segundo a administradora de cartões Credicard, o faturamento das empresas do ramo cresceu 20,9% em 2004, atingindo R$100 bilhões, isso representa, 10,1% dos gastos com consumo no Brasil, alta de 19,4% em relação a 2003.