Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

O MUNDO EM 2050: UMA VISÃO DE LONGO ALCANCE


Edicão: 135 - 12/04/2017

A nova edição do relatório "World in 2050" da PwC, apresenta as projeções de longo prazo da renomada empresa de auditoria e consultoria sobre o crescimento econômico global.  A análise abrange 32 das maiores economias do planeta, que representam cerca de 84% do PIB mundial.  Neste horizonte de visão, onde a economia global dobrará de tamanho já em 2042, a empresa faz um agrupamento das "7 maiores economias" baseadas no PIB, o que traz uma visão curiosa e, até certa medida, em contraponto ao conhecido G7 (as 7 economias mais avançadas do mundo).  Se, em 2016, três das sete maiores economias do mundo eram membros do G7 (EUA, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Canadá e Itália), em 2050 apenas os EUA permanecerão nessa lista (em 3º lugar).  Os outros seis serão "Emergentes" – de onde surge o E7 (China, Índia, Indonésia, Brasil, Rússia, México e Turquia).

O estudo é abrangente e sua leitura é um exercício importante de alongamento de percepções. Nele o Vietnã aparece, como a economia que irá experimentar o maior crescimento de todos no período (mesmo sendo previsões, elas têm um grande potencial de serem confirmadas). Em 2050, o Brasil será a 5ª maior economia do mundo na medição do PIB por Paridade do Poder de Compra – o que significa, em dólares constantes de 2016, que o PIB per capita do Brasil sairá de US$ 3.135 para US$ 7.540 em 2050. No estudo há também um case sobre como o Walmart adaptou seu modelo de negócios para se posicionar melhor no mercado brasileiro.

Colaboração: Henrique Vieira, estrategista de negócios e marketing digital.
Fontes: AMA, PWC, Mente&Cérebro, Business Insider e Boletim RecordTVRio