Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

O DINAMISMO DOS EMERGENTES


25/04/2008

    Segundo pesquisa anual da ZenithOptimedia os gastos globais com publicidade ficarão acima da média dos últimos 10 anos,  graças aos países em desenvolvimento, que pela primeira vez serão os principais impulsionadores do crescimento dos gastos publicitários no mundo. As estimativas da Zenith para os gastos publicitários nas principais mídias em 2010 é de US$ 553,1 bilhões. Europa Central e Oriental e a região que engloba África, Oriente Médio e resto do mundo são os mercados que devem apresentar maior crescimento nesse período, estima a pesquisa.

    Apesar dos Estados Unidos, país que mais investe no setor, com gastos atuais de US$ 179,2 bilhões e projeção para 2010 de US$ 194,10 bilhões, os países que mais elevarão suas verbas publicitárias até 2010 serão Rússia com um expressivo crescimento de 92,15%, pulando da 11ª para a 6ª posição e a China, que galgará uma posição no ranking, de 5ª para 4ª, com crescimento de 61,5%, ultrapassando a Alemanha.

    O Brasil, que em 2007 investiu US$ 9,7 bilhões, pulará para a sétima colocação em três anos, chegando a US$ 14,2 bilhões investidos. Japão e Reino Unido permanecerão em segundo e terceiro, respectivamente. Entre os continentes, a Ásia, que hoje investe US$ 98,8 bilhões, vai ultrapassar a Europa Ocidental em 2010, chegando a US$ 122,5 bilhões, contra US$ 122,2 bilhões dos europeus.

    Atualmente, as mídias com maior participação nos investimentos são Televisão, com 37,5% e Jornal, com 27,3. Em 2010,  a televisão ontinuará soberana, com investimentos globais de US$ 204,5 bilhões. Ainda vedete, a Internet está entre as mídias que mais receberão verba. O investimento previsto na rede, em 2010, será de US$ 67 bilhões, um salto de 77% em relação a 2007.