Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

MERCADO


07/03/2005

   
Não é só o brasileiro que gosta daqueles romances de banca de jornal, onde o mocinho - um verdadeiro deus grego, lindo, maravilhoso e musculoso - termina sempre com a mocinha - uma reles mortal sem graça - e vão viver felizes para sempre.
    Em 2003, nos EUA, foram gastos US$1,4 bilhão em livros românticos; 2,1 mil novos títulos foram lançados; representaram 34% dos livros populares de ficção e são lidos por 46% das mulheres entre 25 e 44 anos.
    A escritora americana Nora Roberts, filha de pais irlandeses, conhece bem a fórmula do sucesso - "amor ingênuo com final feliz" - e já escreveu 157 livros, sendo 116 best sellers com mais de 50 milhões de exemplares vendidos em 2003, com receita bruta anual de US$60 milhões, superando os consagrados Stephen King e John Grisham, mas perdendo para J. K. Rowling com US$147milhões.