Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

GATO POR LEBRE


20/10/2003

GATO POR LEBRE

A dança das cadeiras continua no mercado de telecomunicações brasileiro, recheado de incertezas e a falta de políticas claras, as empresas que estão no setor estão receosas de investir temendo prejuízos grandes e irrecuperáveis.
    A GVT que atua na telefonia fixa nos estados do Sul, Centro-Oeste, Tocantins, Acre e Rondônia tem R$3 bilhões em caixa para investir, mas só vai fazer se as regras mudarem, basicamente, se puder entrar em novas regiões, tendo ação nacional.
    A ANATEL - Agência Nacional de Telecomunicações ainda tem sérios problemas para resolver, o 1o refere-se aos contratos de interconexão que determinam as tarifas cobradas pela utilização de redes; 2o é o unbundling que é o compartilhamento da infra-estrutura capaz de viabilizar a competição local e o 3o é a lentidão e a ineficácia em cumprir a lei que prevê a competição e garante o direito de escolha ao consumidor, grande motivo de reclamação de empresários do setor.