Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

GÁS DO PORCO


11/10/2007

     No Rio Grande do Sul, região que concentra um dos maiores rebanhos suínos do país, está sendo desenvolvido o projeto-piloto para produzir GNV, a partir dos dejetos de porcos. A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás) é a responsável pela iniciativa, no município de Capitão, no Vale do Taquari, região dedicada à suinocultura. O projeto prevê a produção de 9 mil metros cúbicos/dia de gás veicular.

     O projeto envolve a prefeitura local, 82 produtores e um investidor privado nacional – não revelado pela empresa. Segundo a Sulgás, o conceito de produção de biogás a partir de dejetos suínos contribui para a redução da emissão  de metano e dióxido de carbono, causadores do efeito estufa.

     O presidente da Sulgás Artur Lorentz lembra que o impacto ambiental positivo do projeto com a destinação corretos dos dejetos é tão importante quanto a ampliação do mercado de GNV para regiões que não são atendidas por gasodutos. A empresa ainda possui estudos para obter biogás a partir do lixo urbano e até de carvão.