Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

ECOSSISTEMA DE INTERNET


02/03/2012

O comércio eletrônico brasileiro cresceu a uma taxa anual média de 35% em faturamento, conforme pesquisa da Câmara Brasileira do Comércio Eletrônico (câmara-e.net). Embora o cenário seja favorável, nem todas as empresas têm o mesmo nível de resultados na web. Pesquisa do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br) indicou que as pequenas empresas (com 10 a 49  funcionários) investem menos na web: 44% das pequenas ainda não têm site, ante um índice de 23% de médias empresas (50 a 249 funcionários) e de 10% de grandes empresas (250 ou mais funcionários). A instituição não tem dados sobre microempresas.

Conforme o estudo, as pequenas empresas também têm menos êxito no comércio eletrônico: 35% dessas companhias fizeram vendas on-line. Entre as de maior porte, o percentual  foi um pouco maior de 39%.
O Sebrae  estima que existiam no país em torno de 6 milhões de micros, pequenas e médias empresas. Desse total, 30% têm site. Luiz Barreto, presidente do Sebrae, diz que 27% dessas empresas morrem antes de completar dois anos de existência, mas entre as companhias com site, a mortandade é menor."A internet eleva as chances de sobrevivência dos negócios no longo prazo, O ecossistema de internet precisa ser fortalecido, para fomentar a expansão de toda a cadeia e elevar a confiança dos internautas nas empresas virtuais."