Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

DEIXADO DE LADO


21/01/2009
    As condições de pagamento das maiores redes varejistas do mercado não são atrativo suficiente para boa parte do público. Isto porque a quantidade de cartões na carteira acaba incomodando os consumidores, que preferem usar apenas o dos bancos. Com tanta facilidade para adquirir um, a classe média está farta de cartões. De 20 consumidores entrevistados, apenas cinco pagavam as compras com cartões das lojas. Marcelo Noronha, diretor de comunicação da Associação Brasileira das Empresas de Cartão de Crédito, acredita o fato se deve ao aumento dos bancos no volume de crédito para seus clientes.
    Para a analista de crédito da Anglo American, Rosângela Vicente, a falta de perspectivas devido à crise faz com que ninguém queira se endividar. Então, o caminho para os cartões das lojas, segundo Luiz Fernando Biasetto, sócio da consultoria Gouvêa de Souza & MD, seria adotar bandeiras Visa e Mastercard e serem aceitos inclusive na concorrência. Para se tornarem atrativos, eles precisariam oferecer mais do que crédito, uma vez que os clientes já conseguem isso no banco.