Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

CRIATIVIDADE MAPEADA


05/04/2012
A criatividade está sendo desvendada pela ciência e, hoje em dia, qualquer pessoa pode ser criativa. Basta aprender como.  Na verdade, usamos o termo "criatividade" como um rótulo que cobre uma variedade de ferramentas cognitivas, cada uma das quais se aplica a tipos específicos de problemas.

Novos estudos indicam qual a melhor maneira de enfrentar problemas e ensinam um passo a passo para a produção de ideias. Além disso, pesquisadores de Chicago provaram que estudantes bêbados resolveram quase que 30% mais problemas do que os sóbrios. Isto pq "não prestar atenção", característica de quem consome álcool, não inibe a imaginação. Por conta disso, quando estamos nas horas menos alertas do dia, é quando executamos melhor problemas criativos. Estudos mostram que estar cercado pela cor azul também conduz a pensamentos mais relaxados e associativos.

Participantes de outro estudo reagiram melhor quando solicitados a pensar como uma criança de sete anos, inventando usos alternativos para objetos. Outro fato curioso é que quando imaginamos que o problema vem de longe, e não onde estamos, podemos resolver melhor as charadas, que também são solucionadas mais facilmente após crises de riso. Sonhar acordado também ajuda na criatividade, assim como morar no exterior. A experiência com outra cultura proporciona uma mente mais aberta. Outra maneira de aumentar a capacidade de resolver problemas é pensar em verbos mais genéricos para usos específicos, como por exemplo, trocar o "investir" por "comprar".

Para Steve Jobs "a criatividade é simplesmente conectar coisas", mas sejamos honestos, estabelecer esta conexão é um difícil.