Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

COPA DO STATUS


19/05/2014

Apesar da percepção dos brasileiros de que os gastos com a Copa do Mundo são elevados, estudo divulgado pela Moody´s Investors Service afirma que eles terão impacto insignificante sobre a economia do país. Os jogos vão gerar um Produto Interno Bruto (PIB) adicional de apenas 0,4% para o Brasil em um período de dez anos e os gastos com infraestrutura contemplam apenas 0,7% do investimento total planejado pelo país entre 2010 e 2014, diz o estudo.

A expectativa do Ministério do Turismo é de que a Copa do Mundo atraia um turista \'mais caro\' para o país. As estimativas apontam que cada turista estrangeiro deve gastar, em média, R$ 5,5 mil no Brasil. Nos meses de junho e julho, o país costuma receber entre 320 mil e 350 mil turistas estrangeiros. Com a Copa, a previsão é que o número salte para 600 mil estrangeiros.
Evidentemente, o setor de turismo seria um dos mais beneficiados. No entanto, o governo fez promessas extravagantes de ganhos econômicos gigantescos com a realização da Copa do Mundo, como a geração de 3,6 milhões de empregos, em uma tentativa de vender os benefícios do evento para uma população cada vez mais cética.


Fonte: Folha de SP, Valor Economico, Management, Exame