Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

CADÊ A GELADINHA?


05/05/2010

        O privilégio de tomar uma cerveja no trabalho era de poucos. Durante cem anos, a Carlsberg, maior cervejaria da Dinamarca, permitiu que os funcionários tomassem cerveja para relaxar depois de um dia de trabalho pesado. Porém, em abril, as geladeiras foram desligadas e a mordomia restrita a (apenas) três copos plásticos durante o almoço. Com isso, um motorista de caminhão Michael Christiansen liderou uma greve de 260 trabalhadores da empresa, que logo foi aderida por mais 500 trabalhadores de outra filial.

         A prática de beber durante o trabalho foi sendo eliminada devido às preocupações com acidentes no trabalho, perdas de produtividade e motoristas dirigindo sob o efeito do álcool. A decisão da Carlsberg foi tomada após pesquisa mostrar que 93% das empresas dinamarquesas têm política de tolerância zero com o álcool. Pelas novas regras os 600 motoristas de cervejaria ainda podem beber até 3 garrafinhas de cerveja por dia. Mas agora, os veículos vêm equipados com um Alcolock, um aparelho onde os motoristas precisam soprar antes de ligar a ignição. Se o aparelho detectar álcool em excesso, o veículo não dá partida.