Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

BRINCADEIRA LUCRATIVA


14/10/2004

 

    O mercado de games cresce assustadoramente e movimentou em 2002, cerca de US$ 50 bilhões com previsão para 2006 de US$85,73 bilhões em todo o mundo, aumento de 71,52%.

    A  divisão do bolo ficou em vendas de consoles com 37,7%; fliperama com 27,8%; softwares de PC com 14,2%; portáteis com 11,2%; locadoras com 6,3% e celular, TV interativa e on-line com 2,8%. 

    Nos EUA, a indústria do entretenimento movimenta por ano, aproximadamente, US$9 bilhões em cinemas e US$10,5 bilhões em jogos. No Brasil, não há números exatos, mas sabe-se que o país é o 2o maior mercado mundial de lan houses - casa de jogos de computadores em rede, e que o faturamento ultrapassa os R$500 milhões anualmente.

    E a coisa não pára por aí, as grandes empresas investem pesado na elaboração de jogos cada vez mais realistas e gastam a bagatela de US$30 milhões por 1 jogo simples. Foram criados cursos para formação de especialistas e no Brasil já existe curso de graduação em Design e Desenvolvimento de Games formando ciberatletas e muito mais.