Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

BELEZA TEM PREÇO


03/01/2005

    Segundo o índice ACNielsen, o segmentto de higiene e beleza foi o que mais cresceu em volume de vendas nos últimos 10 anos. De acordo com os dados apresentados por José Vicente Mariano, diretor de vendas da Johnson & Johnson, na 38a Convenção Nacional dos Supermercados, o crescimento do setor foi de 138% no período entre 1994 e 2003. Enquanto que a cesta básica de produtos cresceu 71% e os perecíveis cresceram 108%.

    Isto é resultado dos novos hábitos do consumidor, do crescimento da mulher no mercado de trabalho, do aumento do envelhecimento, entre outros.

    Ciente, em 2003 a indústria investiu muito em propaganda, foram R$752 milhões com aumento de 36% em relação a 2002. Lançou novos produtos e os aumentos de preços foram relativamente menores que de outros segmentos, cerca de 4,5% contra 14% na média geral.

    Em 2003, as vendas de produtos de higiene e beleza alcançaram os R$15,38 bilhões e a expectativa é de crescimento de 20% em 2004.