Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

A EVOLUÇÃO DA ESPÉCIE


08/11/2011

Com a modernização dos celulares e o surgimento dos tablets, o Windows, da Microsoft, encara o maior desafio de sua história. Apesar de ter vendido US$ 19 bilhões no último ano fiscal, com lucro de US$ 12,3 bilhões, metade da receita da empresa, o Windows viu sua receita cair em cada um dos últimos dois trimestres. Ao mesmo tempo, as vendas de smartphones e tablets dispararam. A demanda pelo iPad, da Apple, está derrubando as vendas de laptops que ainda operam com Windows.

Para a Microsoft, as fracas vendas de seu sistema operacional são resultado, em parte, de um redirecionamento da demanda por computadores para mercados em desenvolvimento, onde a empresa lucra menos por unidade. 43% dos smartphones vendidos no segundo trimestre operam com o software Android, da Google. A resposta da Microsoft é o lançamento do Windows 8. Porém, o sistema para telas sensíveis ao toque só deve chegar ao mercado no último trimestre de 2012. 

Segundo Roger McNamee, investidor da Elevation Partners, "é muito tarde para ressuscitar o Windows, devido à mudança irreversível de tarefas-chave dos computadores para aparelhos como iPads e smartphones. Em um relatório divulgado em abril, o Goldman Sachs estimou que os tablets vão manter um nível alto de canibalismo em relação aos computadores tradicionais, roubando 35% e 33% das vendas em 2011 e 2012, respectivamente.