Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

A BASE DE TUDO


21/07/2011

Dentro da pirâmide corporativa, 90% da lucratividade dos negócios são gerados pelos funcionários da base. Ou seja, descuidar deles pode ser fatal para o negócio, já que são eles que  mantém contato com os clientes. Essa é uma constatação da pesquisa da McGill University, de Toronto, desenvolvida ao longo de seis anos. Para Jody Heymann, os investimentos devem passar tanto pela motivação financeira e de progressão na carreira como por cuidados com a saúde física e mental da força de trabalho, o que normalmente diminui as faltas, aumentando a produtividade e as inovações.

Os pesquisadores citam exemplos de companhias que fizeram essa aposta e melhoraram seus desempenhos como: a fabricante Apparel, Los Angeles, triplicou a produtividade - de 30 mil peças para 90 mil peças por dia - ao instituir um sistema de recompensa salarial baseada na produtividade para todos os empregados. Já a Dancing Beer Banking Company, de Boston, diminuiu o número de acidentes de trabalho ao oferecer aulas de inglês de graça aos funcionários (quase todos imigrantes).