Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

ÂNCORA VERDE


06/07/2004

    Todo mundo sabe que o agronegócio vem capitaneando o bom do momento da balança comercial brasileira e é um dos pilares de estabilidade econômica do país, entretanto, problemas internos como a malha viária nacional, o iminente conflito entre operadores e autoridades locais no porto de Paranaguá e a reivindicação dos fiscais agropecuários federais por uma antiga reivindicação salarial podem levar o barco a pique.
    De acordo com Márcio Lopes de Freitas, presidente da OCB - Organização das Cooperativas Brasileiras, o agronegócio é responsável por, aproximadamente, 33% do PIB nacional, gera 37% dos empregos e representa cerca de 42% das exportações brasileiras. Em 2003, foram cerca de US$30,6bilhões, um aumento de 23,35% em relação ao ano anterior, um ótimo desempenho enquanto que o PIB encolheu 0,2%.
    Atualmente, o país é maior exportador de carne bovina com R$4,5 bilhões em vendas, de frango com R$5,4 bilhões e de soja,  que devido à safra recorde de 2003, levou-nos à liderança  mundial. Temos  excelente participação também no café, no suco de laranja, na cana-de-açúcar e no tabaco.