Informativo eletrônico que amplia a compreensão do nosso principal foco: as pessoas, seus comportamentos e como elas evoluem.

3 TENDÊNCIAS VITAIS NO MARKETING DIGITAL


Edicão: 135 - 12/04/2017

Elas impactam o jeito de receber, perceber e transmitir mensagens, quer sejam nas salas: de reunião de diretoria; de editorias de notícias; de conferências e aulas – afirmou Maria Bleker, PhD, recentemente, em artigo no site da AMA (American Marketing Association).  São elas: as Câmeras de Eco – formadas pelos algoritmos que reconhecem os temas preferenciais de cada um e canalizam aquilo que mais se ajusta às suas regras;  o Conteúdo Interativo – capaz de provocar engajamento e ampliar o relacionamento entre marcas e seus vários públicos interessados, numa potencial espiral de entendimento cada vez mais nítido do que cada um quer; e o Geo-Marketing – à medida que a mobilidade absorve os contextos de conectividade e acesso, ter a capacidade de reconhecer seus públicos no tempo-espaço e oferecer a eles o apoio que sua marca tem como propósito pode ser um diferencial vital para um posicionamento único (e para o aumento de vendas).

A chave continua sendo o entendimento de seus vários públicos e como eles valorizam todos os seus p’s, principalmente o mais recentemente incluído: o “propósito”.   Um estudo da PEW Research Center e John S. e James Knight Foundation indica que 62% dos americanos consomem notícias via mídias sociais – e os algoritmos cada vez mais definem o que chega à frente de cada indivíduo.  Nessas câmeras de eco digitais, interesses, crenças já existentes e ideias afins são reforçadas.  Entendê-las então permite que especialistas em marketing identifiquem audiências em segmentos altamente especializados e criem conteúdos apropriados onde, as medidas de engajamento, compartilhamento e vendas revelam o grau de sintonia alcançado.   E como, já há tempos, esses públicos se acostumaram a se expressar, o conteúdo interativo faz parte desse ambiente.  Criar experiências compartilháveis entre seus consumidores e sua marca permite criar relevância na mente de sua audiência, maior clareza para entender como agem e reagem, e aprofundar os laços que mantêm firmes essas conexões.   (Talvez por isso o jornal da Coca-Cola, com seu público jovem, chama-se Coca-Cola Journey.)

Colaboração: Henrique Vieira, estrategista de negócios e marketing digital.
Fontes: AMA, PWC, Mente&Cérebro, Business Insider e Boletim RecordTVRio